domingo, 14 de dezembro de 2014

O que é epilepsia

A epilepsia é uma desordem cerebral comum caracterizada por crises recorrentes.. O maior número de novos casos estão em idosos e crianças, mas a epilepsia pode começar em qualquer idade. Um profissional de saúde pode considerar epilepsia como um diagnóstico possível quando uma pessoa teve duas ou mais crises convulsivas. Um diagnóstico médico de epilepsia é baseado em múltiplas informações: a descrição dos episódios médico e história familiar da pessoa; e os resultados dos testes de diagnóstico. Felizmente, a epilepsia é uma condição tratável.Muitas pessoas com epilepsia (dois em cada três) vai conseguir um bom controle das crises com a medicação.


Causas da epilepsia

Traumatismo craniano, AVC ou (derrame), meningite, encefalite, lesão cerebral durante o parto, tumores cerebrais, fatores genéticos (Algumas causas genéticas de epilepsia são herdadas e podem existir outros membros da família com epilepsia, enquanto outros fatores genéticos que causam epilepsia podem ocorrer ao acaso).

Tipos mais comuns de crises epiléticas

Crise Tônico-clônica generalizada: Ela pode durar de um a três minutos, mas pode durar até cinco minutos, se as crises durarem mais de cinco minutos ou ocorrer uma após a outra sem se recuperar entre as crises, a pessoa necessita de emergência médica com risco de vida e requer ajuda imediata.

Crise de Ausência: Uma crise de ausência começa e termina de forma abrupta e sem aviso prévio. Ela consiste em um período de inconsciência com um olhar vazio. Pode parecer que a pessoa está sonhando. A pessoa pode perder o controle muscular e fazer movimentos repetitivos, tais como: movimentos de mastigação, respiração rápida, movimentos leves ou puxando a roupa.

Crise Parcial simples: Ela atua em uma parte do cérebro, a pessoa não vai perder a consciência durante a crise, mas não será capaz de controlar vários movimentos do corpo. As pessoas que vivem uma crise parcial simples pode falar e responder a perguntas. Elas irão se lembrar do que aconteceu durante a crise..

Crise Parcial complexa: Ela também atua em uma parte do cérebro, ela  não envolve convulsões, mas ocorre perda de consciência, durante a crise a pessoa para e tem um olhar vazio, ela pode progredir  para manifestar qualquer um dos seguintes comportamentos automáticos, movimentos de mastigação, pode andar sem rumo, podendo puxar sua roupa, poderá agir sobre alguém.

O que fazer durante uma crise

Mantenha a calma
Não tenha medo de ajudar
Coloque algo macio sobre a cabeça da pessoa
Coloque a pessoa de lado para que ela respire melhor
Tire objetivos que estejam perto e que possam machuca-la
Afrouxe a roupa da pessoa
Na maioria das vezes as crises são passageiras e terminam espontaneamente
Caso ela persista por mais de cinco minutos, chame uma ambulância e leve a pessoa a um hospital

O que não fazer durante uma crise

Não apavorar
Não restringir os movimentos da pessoa
Não introduza nada na boca da pessoa
Não sacudir a pessoa
Não esfregar álcool ou outra substância no corpo da pessoa
Não tentar desenrolar a lingua
A baba é saliva em excesso e não transmite epilepsia

Fonte: Epilesiy Ontario